Urandir e pesquisadores de Dakila explicam recuo do mar

Na metade do mês de agosto de 2017 o litoral brasileiro foi surpreendido com uma maré seca. O mar recuou tanto que levou  embarcações a amanheceram encalhadas em vários lugares. Um dos locais mais impactantes foi em Caraguatatuba no litoral de São Paulo.
Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) isso aconteceu por causa de um fenômeno chamado ‘recuo do mar’ gerado por fortes ventos que teriam afastado as águas da faixa litorânea.

O presidente de Dakila Pesquisas, Urandir Fernandes de Oliveira, realizou um estudo sobre o assunto juntamente com pesquisadores do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) e chegaram a conclusões impressionantes: o fenômeno do recuo do mar se deu simultaneamente em alguns locais do planeta como na Suécia e Finlândia e em outros locais, como na costa leste americana ocorreu simultaneamente o inverso: a elevação do nível do mar.
Segundo as pesquisas realizadas pelo CTZ e Dakila Pesquisas, esse fenômeno não pode ter sido originado pela ação dos ventos, pois o movimento dessas massas de ar são ocorrências localizadas que poderiam até explicar o recuo do mar em uma praia ou pequena localidade, mas não em uma vasta área litorânea e em continentes distantes, além do que seriam incapazes de movimentar uma gigantesca massa de água como ocorreu.
Confira o vídeo divulgado pelo CTZ através de Dakila Pesquisas.

Artigo criado e publicado em 2017-09-01 17:57:21. Artigo divulgado em parceria com Urandir Brasil Urandir Brasil - Urandir Parceiro do Povo - Urandir 2013

Artigos relacionados
ONU: quase 30 mil morreram em desastres naturais em 2011

As Nações Unidas pediram  atenção e precauções em relação às ameaças sísmicas, através das estatísticas publicadas pela Estratégia Internacional para Leia mais

Laser ajudará no monitoramento da atmosfera terrestre

Fonte: Site Inovação Tecnológica, com informações da ESA A agência espacial europeia (ESA) demonstrou a viabilidade de usar um raio Leia mais

Antigos reinos na América do Sul investigados por pesquisadores do Dakila Pesquisas

Foram mais de dez anos de pesquisas em diferentes sítios arqueológicos ao longo dos mais de sete mil km percorridos Leia mais

Pesquisadores do Dakila Pesquisas desvendam mistério em Guajará Mirim

Equipe de pesquisadores do Dakila Pesquisas investigou no final de janeiro o fenômeno do aparecimento de luzes na localidade Sétima Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *