ONU: quase 30 mil morreram em desastres naturais em 2011

As Nações Unidas pediram  atenção e precauções em relação às ameaças sísmicas, através das estatísticas publicadas pela Estratégia Internacional para Redução de Desastres (UNISDR) e pelo Centro de Investigação sobre a Epidemiologia dos Desastres (CRED), que mostram que 20.943 pessoas perderam suas vidas em terremotos no último ano. No total, 29.782 pessoas morreram devido diretamente aos 302 desastres naturais. Mas o relatório aponta que no ano passado, 206 milhões de pessoas foram atingidas por diversos desastres naturais no planeta.

A chefe da UNISDR, Margareta Wahlström, disse que toda área de risco sísmico deve estar atenta, mesmo que muitos anos tenham se passado desde a última ocorrência, como é o caso do Haiti. O país caribenho não era atingido por um terremoto há 200 anos e, em 2010, sofreu com a morte 220 mil pessoas. Wahlström afirma que “a menos que nos preparemos para o pior, muitas áreas urbanas vulneráveis estão destinadas a ver uma grande perda de vidas devido ao maior movimento de pessoas rumo às cidades”.
Outras causas de desastres foram enchentes como as que ocorreram no Brasil, causando a perda de 5.000 vidas, as tempestades nas Filipinas com 3.000 mortos, os furacões nos EUA e o tsunami no Japão. Segundo o relatório, 206 milhões de pessoas foram afetadas por algum dos desastres avaliados em 2011.
As enchentes do ano passado no Brasil foram as mais fatais da história do país, deixando mais de 900 mortos, enquanto as da Tailândia provocaram a catástrofe natural mais cara do país, custando 40 bilhões de dólares.
De acordo com as estatísticas, as perdas econômicas e o impacto humano de desastres atingiram mais países de renda média e alta – que, segundo o Professor Debby Guha-Sapir, Diretor do CRED na Universidade de Louvain (Bélgica), têm recursos para uma melhor prevenção. O CRED estima que, em 2011, a economia mundial teve um prejuízo de 366 bilhões de dólares devido a catástrofes naturais, comparado com o prejuízo de 243 bilhões de dólares em 2005.(Fonte: http://www.onu.org.br/quase-30-mil-pessoas-morreram-devido-a-desastres-naturais-em-2011-alerta-onu/)

Artigo criado e publicado em 2012-01-05 03:30:35. Artigo divulgado em parceria com Urandir Brasil Urandir Brasil - Urandir Parceiro do Povo - Urandir 2013

Artigos relacionados
Urandir é entrevistado por Edmo Garcia

Urandir Fernandes de Oliveira concedeu entrevista exclusiva ao radialista Edmo Garcia em seu programa Pesquisa Ufológica na Radio Manchete do Leia mais

Teoria da Terra convexa : Ilusões de Ótica aprofundam estudos

 Os primeiros testes para verificar se a Teoria da Terra  Convexa proposta pelo ET Bilu, segundo a qual os continentes Leia mais

Urandir explica a pesquisa no monte Nemrut

Urandir Oliveira, o presidente da Associação Dakila Pesquisas, que liderou a 7a Expedicão Zigurarts na Turquia, comentou que um dos Leia mais

Mapeamento geotécnico não é eficiente na prevenção de desastres

As consequências dos desastres naturais do Brasil evidenciam cada vez mais, a fragilidade do país para lidar com o assunto. Leia mais

Comments are closed